Clínico Geral Odontologia em São Paulo

Dentística


• Análise Facial

• Clareamento Dental

A brancura do sorriso é algo que as pessoas valorizam desde o Egito de 2000 anos antes de Cristo, quando, em nome da boa aparência, se esfregava sobre os dentes um pó que trazia na fórmula Sal, Pimenta e Flor de Íris.

Felizmente hoje a odontologia conta com o método a raios laser para clareamento dos dentes, que consiste no que há de mais completo no que se diz respeito ao clareamento dental, sendo um procedimento totalmente seguro, rápido, indolor e praticamente sem contraindicações.

Dependendo do caso o processo de clareamento dental é feito em média em três sessões já produzindo resultados visíveis a partir da primeira sessão.

Colocamos aparelhos estéticos

 

 

Clareamento Dental a Laser

Clínico Geral Odontologia em São PauloO clareamento dental deve ser realizado com o acompanhamento profissional de um dentista. Todos os diferentes tipos de tratamento para clareamento dental utilizam um gel para clarear o dente. Quanto maior a concentração do gel, mais rápido pode ser realizado o clareamento.

Concentrações acima de 20% só devem ser feitas em consultório. O gel nessas concentrações queima as mucosas e necessita de cuidados especiais.

É um processo totalmente seguro, indolor e rápido, onde o tratamento completo pode ocorrer em média em quatro seções de 1 hora de duração, já trazendo resultados estéticos a partir da primeira aplicação.

Recomenda-se que o clareamento dental seja feito a cada dois anos.

 

Implantodontia

Implantodontia é a especialidade da Odontologia relacionada ao estudo, prevenção e tratamento dos problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da face, dos arcos dentários e da mordida, ou seja, disfunções dento-faciais.

Os especialistas em implantodontia já podem usar o que há de mais moderno na Odontologia, permitindo que as maiorias dos pacientes realizem um tratamento de reabilitação oral em um curto espaço de tempo.

Os implantes dentários podem ser indicados em diversos casos e praticamente não há contraindicação nem tampouco uma idade limite para que esta técnica seja usada.

Devido às técnicas atualmente a disposição, os implantes dentários são executados de forma rápida e eficiente com resultados estéticos e funcionais surpreendentes trazendo de volta o seu sorriso e sua saúde bucal.

 

Periodontia

Periodontia (peri: “em volta de”, odonto: “dente”) é a ciência que estuda e trata as doenças do sistema de implantação e suporte dos dentes.

Em Odontologia, periodonto é o nome dado a todos os tecidos envolvidos na fixação do dente ao osso (maxila ou mandíbula).

O conhecimento da arquitetura e da biologia do tecido normal é um pré-requisito para a compreensão do tecido doente. Divergências distintivas das características normais são considerações necessárias ao diagnóstico, e o conhecimento do estado normal é essencial para a definição das metas de tratamento.

O periodonto é uma estrutura dinâmica composta por tecidos que apoiam e envolvem o dente. Esses tecidos incluem a gengiva, o ligamento periodontal, o cemento, o osso alveolar. As alterações patológicas do periodonto são chamadas doenças periodontais, como, placa bacteriana, gengivite, periodontite. Os suprimentos vasculares e o nervoso dos tecidos também são vitais ao funcionamento normal dos tecidos periodontais.

A estrutura e função dos tecidos componentes do periodonto são mutuamente dependentes, seus processos de renovação e adaptação biológicos dinâmicos mantêm uma relação harmoniosa sob condições normais.

É chamado de aparato de inserção ou de tecido suporte do dente e estabelece uma unidade funcional biológica e evolutiva que sofre modificações com a idade e com relação as modificações do meio bucal.

A doença da gengiva não é uma infecção pequena, se não tratada leva a perda da estrutura óssea e dos dentes. A pessoa teria que mudar seu modo de vida, por ter que usar uma prótese, com profundas mudanças estéticas, e acentuada dificuldade para mastigar os alimentos. Outros sinais da gengiva inflamada incluem: gengiva inchada, vermelha e brilhante, a gengiva separada do dente, pus entre a gengiva e o dente, mau hálito, etc., podendo causar inclusive a perda dos dentes.

É errado pensar que o sangramento gengival é uma ocorrência normal, na realidade o sangramento gengival não é normal, é sim, um sinal de doença. Imagine o tecido de sua mão sangrando a todo o momento, você a lavaria sempre, e se preocuparia com isto, com a certeza que algo de errado estava ocorrendo.

 

Endodontia

Endodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo estudo e diagnóstico e tratamento das dores de origem oral, através do tratamento de canal e também ao tratamento das injúrias traumáticas dos dentes da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais, bem como das doenças que os afligem. Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endo-periodontais, necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, o tratamento endodôntico (ou o tratamento de canal) está indicado, visando a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

O tratamento de canal no passado tido como muito doloroso e demorado é hoje considerado um procedimento rotineiro e indolor, com alto índice de sucesso.

Neste tratamento é removido o tecido pulpar (nervo) que esteja infecionado ou sem vitalidade cessando a dor e tem como vantagem a de salvar o dente que em outros casos necessitaria ser extraído. Atualmente este tratamento é completamente isento de dor bem como o pós-operatório que somente em alguns casos esporádicos pode apresentar um leve desconforto ao paciente nas primeiras 48 horas após o procedimento.

 

Entre em contato e agende o seu horário:

contato

Fones: (11) 3151-2674

whatsapp ícone

94959-4234

Contato